10 agosto, 2008

Versos Diferentes


Vida, interessante vida
Às vezes complexa outrora singela
Às vezes sem razão outrora sensata
Às vezes tudo e outrora nada

E assim os sins e “nãos”
Permeiam nossa vida, cheia de mudanças
E “entãos”

Viver por viver, seria em vão
Pois são tantas as mudanças
São tantas as andanças
Uma folha e um borrão

Entre muitos nuances
Entre tantos momentos
Nos enlaces distintos
Contra tempos

As mudanças são tantas como nestes versos
Rimo, mudo, inverto
Desconverso
Me torno diferente e assim
Me despeço