21 setembro, 2010

Lembro-me

Lembro-me dos teus anelos querida
Que me contavas quando estavas aqui
E das anáguas que por ventura usavas
Para teu pudor cobrir

Lembro-me dos teus cachos loiros ao vento
E de teus olhos que tudo me diziam
Lembro-me das tardes ao relento
Sem saber aonde íamos

Lembro-me das noites de sereno
E das estrelas que contávamos
Da areia do mar em teu corpo pequeno
E das coisas que sonhávamos

Lembro-me ainda,
De quando falávamos de amor
E do teu jeito de menina
Quando eu me declarava com rubor

.
.
.

E como uma brisa, chegaste de mansinho
E logo estavas em mim
Mas partistes como um passarinho
Que para o céu voa sem fim
Deixando apenas a saudade
E a vontade
De que voltes para mim


(Gabriel B. Rodrigues)
_________________________________________________

Gostaria de agradecer a todos aqueles que por aqui passam e deixam algumas palavras, e aos amigos que sempre me indagam por novos textos e me estimulam a escrever. A todos vocês, meu muito obrigado.

28 comentários:

Macaco Pipi disse...

lembro-me de quando tudo era amor..

Yaya disse...

Primeiramente: Adorei sua presença lá no meu Blog. Fiquei lisonjeada. =)
Adorei o poema, singelo e delicado a ponto de tocar o coração de qualquer ser que tenha o mínimo de sutileza. Parabéns pelo texto.

| Amo et Amor | disse...

Realmente você tem muito talento! =)
Eu continuo te dando meus parabéns!

Joyce Kelly disse...

Gabriel, que delicadeza esse poema...
das visões, dos encontros, da partida... Suas palavras fez-se sentir tudo isso.
Parabéns!
Beijão.

p.s. Já estava com saudades de suas palavras. (risos)

Lisandra Lavigne Ѽ disse...

Que lindo Gabriel, suas palavras soam tão bem quando as pronuncio da vontade de mordê-las, não sei se me compreende, como uma torta que da água na boca só de ver, adorei o blog estou seguindo.

Beijos.
@lisandralavigne
http://lisandralavigne0.blogspot.com/

♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

Lindo Gabriel...
nem sei o que dizer. Somente tocante....*-*

BeijO*-*
http://evesimplesassim.blogspot.com/

projetonulladiessinelinea disse...

Muy gracioso!
Gostei das palavras que vc usou :) Nem todo mundo poderia fazer uma poesia incluindo "anáguas" ou "rubor". Ficou parecendo algo que um rapaz apaixonado escreveria no século 18 e talvez essa fosse mesmo a sua intenção - mas de forma alguma quero dizer que ficou ruim. Pelo contrário! Tá bem lindo!
Abs.

;)

Carla disse...

Lindo seu poema, me remeteu aos anos 20(eu não sou desse tempo), rs.
Ingênuo, simples e de rico vocabulário.
Gostei do seu blog.
Estou seguindo
abraços

http://precisomeexpressar.blogspot.com/

Pegadas do Coração disse...

Obrigado pela visita!Saiba que sempre será bem-vindo, meu caro!
Com relação ao poema, você tem uma sensibilidade, um talento sem tamanho..Me Identifiquei bastante com ele...
Boa semana!

Gabriel Pozzi disse...

muito bom, vc tem uma noção de descrição muito boa, nos passa exatamente a imagem que quer...
a leitura é de fácil digestão, o que pode ser ruim se sua intenção era fazer algo complexo, mas eu vejo pontos positivos em tornar um poema em algo gostoso de se ler :))
abs

http://songsweetsong.blogspot.com/

Digho disse...

Sua poesia me fez viajar no tempo por segundos.As lembranças de antigos amores consomem a alma.Inspiram!!Sucesso no Blog.

Pam ;) disse...

Obrigada pela visita o meu blog!
esse quero parabeniza-ló pelo seu blog maravilhoso!

Victor Pagani disse...

Muito bom, Gabriel. Parabéns! Conteúdo de ótima qualidade :)

[]'s

Nicelle Almeida disse...

Olá, querido!
Parabéns pelo seu blog, pelo post. Que lindo poema, que belas palavras! Eu simplesmente amei.
Continue firma na trilha ;)
Me visita tb? www.nicellealmeida.blogspot.com
Te espero lá!

Voz Alternativa disse...

Muito Bom... Uma Verdaddeira obra prima ta de parabéns.

www.jornalvozalternativa.blogspot.com

Michelle disse...

Você tem talento pra escrever e amor pra te inspirar.

Sam cool disse...

Eras mto bom cara, sério, mente d genio.

Parabens!

Clube do Filme disse...

Muito bom.. é um belo poema.. Parabens!!

Leonardo disse...

Bastante coisa pra lembrar hein Gabriel!!!

Parabéns ai pelo texto!!

Se for obra propria ta muito boa!!

Francorebel disse...

Clássico. Gostei. Abraços!

F.

karol disse...

parabéns pelo blog! Muito legal aqui!

danilo disse...

Muito talento! Parabéns mesmo, seu blog é muito completo!
http://danilofutebol.blogspot.com/

Carla A. Flor disse...

O final é perfeito!
Tai um grande escritor, no qual futuramente aguardo ser reconhecido em todo o brasil.
Parabens!

circulo de fogo disse...

olá amigo estou aki de novo, para lhe dar mais uma vez parabéns pela belicima oba, eu não gosto muito de ler poesias mais vez ou outra eu dou uma olhadinha neste blog seus versos são bem intereçantes.
parabens

veja tbm o cdf
circulodf.blogspot.com

Thalita Souza disse...

As lembranças dessas vida são a prova de que tudo passou, mas marcou,e foi vivido.

Tu escreves muito bem,
bjs,
T.S.

Digho disse...

Primeiramente agradeço a sua visita ao meu Blog.Gostei da página clean do seu blog e de suas poesias.Sucesso com o Blog.

Anônimo disse...

Lembro-me dos filmes que assistíamos sentados na cama...
Lembro-me dos passeios em família...
Lembro-me das conversas de corredor...

Lembro-me do quanto amo esse escritor, poeta!!!

FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Sua Pequena Notável

Mayra disse...

Passei aqui por uma mera curiosidade, acabei encontrando talento e palavras bonitas, que há muito eu não. Parabéns, gostei muito da sua arte.