11 março, 2008

Mutável


Meu conceito não é absoluto
As palavras são fixas, seus sentidos muito limitadores
Por que então, utiliza-las com precisa convicção?
Por que não voltar-se atrás, do pensamento dito?

Meu conceito não é maniqueísta
Afinal, não tenho apenas uma ou duas escolhas
Nem tão pouco dois lados da mesma moeda
Ou apenas um lado
Fixo, imultável
Não

Minha verdade é dinâmica
Meus horizontes, ilimitados. Insuperáveis
Meu ponto de vista é variável
Talvez dependa de você

Minha vida, uma doce mudança
Os capítulos são reescritos a cada dia
Repaginados a cada hora
Refeitos a cada instante

E eu, um privilegiado espectador de mim mesmo
Em meu assento na primeira fila
Só fico a desfrutar o espetáculo

De minha imprevisível vida

2 comentários:

Thiara disse...

me senti traduzida agora
senti cada frase!


saudades de vc
=*

Fátima disse...

PERFEITO!