30 dezembro, 2009

Um Novo Roteiro


Olhei pela janela
E vi lá fora minha vida passar
Assustei-me com o que vi
Pois lá fora, em minha vida
Eu não estava lá

Corri para debaixo das cobertas
Aturdido com o que vira
Como o personagem de uma história
Não estaria nela mesma?

Dei-me conta que tudo era uma grande invenção
Da qual sou o grande artífice
E se tenho todo o destino a minha frente para moldar
Por que perder tempo
À janela olhar?

Então abri a porta e decidi sair
Peguei minha algibeira e deixei o saco de ilusões
E daí sem rumo e sem prumo
Desci a estrada para refazer o roteiro

__________________________________________________
Um poema em versos livres como a muito não fazia. Enfim de férias, tempo de refazer roteiros, ter devaneios e postar mais assiduamente! (risos)

28 comentários:

ibere disse...

poetica e as imagens, qeu casam muito bem com os textos... parabens pelo pema, as vezes nao nos vemos em certas situaçoes, nos sentimos deslocados e é hora de tomar em redea nosso destino...
concordo tambem qeu ferias sao otimas principalmente para blogueiros,q ue tentam compensar a ausencia dos teclados, e postar mais assiduamente, boa sorte na empreitada, continue com seu trabalho
Ibere

THALES disse...

muito bom o poema cara, parabens :D
otimo blog!

Canto do Lufa disse...

Poesia da paranóia misturada com a invenção

Editar disse...

Acredito que as vezes é assim mesmo: precisamos acordar da vida que "imaginamos" levar, desistir de algumas coisas que "fingimos" querer, e separar o que é a vida real daquilo que empurramos com a barriga, imaginando viver. E assim fazer o roteiro real de nosso caminho.

Parabéns, ótimo trabalho!

Sérgio
http://blig.ig.com.br/odiariodatoca

Fernanda Santiago Valente disse...

Gabriel, você é surpreendente. Amei seus poemas. Nunca pensei em ver a minha vida da janela... adorei isso.

um beijão e feliz 2010, e que venha recheado de poesias

Luciano Silvestre disse...

É sempre bom refazer nosso roteiro e traçar novos objetivos em nossa vida. Parabéns pelo post! Feliz 2010!

Andre disse...

Perfeito para uma reflexão de Ano Novo heim!

Vini e Carol disse...

Bom texto, tem estilo. Boa parte de seus poemas que só bati o olho gostei muito, continue assim, tem futuro.

Beijos, Carol.

Blog Schraubles!

Lucas Meloni ** disse...

Gostei bastante do texto, fala de um jeito incrível com quem lê. Você escolheu bem as palavras e isso o fez acertar o tom. Parabéns.

Ariana Braga disse...

o seu blog é realmente um devaneio.
Segui. E voltarei sempre aqui para continuar lendo
Gostei demais.

Bandeira disse...

esse poema fala algo que faz sentido para mim

Lari Franklin. disse...

adorei seu bolg por inteiro

quer morrer de tédio? experimenta clicar: http://desordemedesinteresse.blogspot.com/

aurenice disse...

Maravilhoso! 'E se tenho todo o destino a minha frente para moldar
Por que perder tempo
À janela olhar?' - É o q se tem que despertar naqueles q ficam só a observar pela janela da vida!

Barbara Galvão disse...

Oi Gabriel, tudo bem?
Preparado pro reveillón? (risos).
Muito obrigada pelo comentário e vamos tentar cumprir nossa promessa de ser menos realista né? (risos). Adorei o seu blog, virei seguidora!
Feliz Ano Novo e tudo de melhor pra ti, e muitos devaneios aqui.
Beijos

http://falabah.blogspot.com/

Espaçoso disse...

excelente texto,belo template realmente muito bom depois da uma passada lá http://www.espacoso.blogspot.com/

Nando! disse...

Já tava sentindo faltas de teus textos!rsrsrsrsrsrs

Mas já voltou com tudo! Esse poema agora está muito bom, como todos os restantes neh!^^

"Um poema em versos livres como a muito não fazia. Enfim de férias, tempo de refazer roteiros, ter devaneios e postar mais assiduamente! (risos)"

BOAS FÉRIAS PRA VC E UM ÓTIMO ANO NOVO!

Pink Adm disse...

Adorei seu poema e bem singelo
e diferente

retribui a visitinha
feliz ano novo

sxgamex.blogspot.com

K∂riиє* Smith. disse...

É isso aí, ao invés de olhar temos que ir lá e criar a nossa prória história !
Que 2010 você tenha muitas surpresas na vida para dividir. :)

Leandro disse...

cara tu é poeta, hehehe, interessante
é bom criar as coisas
eu tenho um blog de tirinhas se quiser, confira!

abraços


Um pequeno mundo - (Novo site de tirinhas)
Job, Lob e sua turma espera sua visita!
http://tirinhaspequenomundo.blogspot.com/
Twitter: @umpequenomundo
abraços!

Arash Gitzcam disse...

versos livres! boa pedida! satã te abençoe, irmaõ.

Jordana Flávia disse...

Oi Gabriel! Acho que todos têm essa sensação de ver a vida da janela de vez em quando... É bom para realmente percebermos que temos que participar mais ativamente, saber para onde queremos ir e se já começamos a caminhar para lá. Rever para saber se nos perdemos no tempo e nos deixamos ao léu, seguindo o fluxo... Não quero mais ver a vida passar diante de mim, então esse ano planejei o que quero realizar e estarei sempre revisando minhas metas para não tomar outro caminho e de repente me ver à deriva... Adorei seus versos! Que você tenha um ano cheio de inspiração e de todas as coisas boas que você desejar...

Thárcia Karine disse...

Ele já sabe o q eu vou dizer,mas p não perder o costume(e aumentar o nº de comments hehehe): mais uma obra-prima desse artista q me serve de inspiração.

perfect blog!

Barbara Galvão disse...

Oi Gabriel!
Passei o reveillón em casa :S falta do que fazer me trouxe ao blog ahsuasuhaus

Obrigada pela dica, vou ver se faço algum banner :D

Sou sim de jampa! Ahh que ótimo, pertinho mesmo lol
Fui uma vez em Recife, pretendo ir novamente, conhecer a cidade, passear :D

kkkk pois é, a grana ta curta. Aqui ta bombando! teremos Evandro Santo e Rafael cortez em stand up só em Janeiro, e tem mais pelo resto do ano *___*
Fora esse fds que começa o Fest Verão. Haja dindin, to juntando pra ver se dá pra ir nos que mais curto.

Um ótimo início de ano pra você também e que a grana se multiplique e você possa curtir as férias da melhor forma hehehehe

Beijão!

catrak disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ariana Braga disse...

você tem um talento magnífico. não consigo parar de ler seus poemas. pois realmente são devaneios.

Pobre esponja disse...

Uma palavra que encontrei nesse outro ótimo poema me encanta muito: algibeira.
Adoro encontrá-la nos livros clássicos da nossa literatura, e cito algumas vezes em alguns poemas meus.

abç
Pobre Esponja

Lunaticools disse...

Refazer, eternamente, o roteiro: eis a nossa jornada.
Se não o fizermos, a vida cai na rotina, e a rotina tem forma de cacos, sangra.

abç
Pobre Esponja

Grazy disse...

Adoro esses tipos de poemas vc destorce a realidade misturando com o irreal de uma forma incrivel o irreal parece real... Um Beijo:*