29 abril, 2007

Pseudo Realidade

Os timbres surreais desta pseudo realidade
E as linhas inertes que cruzam o céu
Formando um padrão, intrincado e indefinido
Não passam de mera distração, para desavisados

Tudo não passa de máscaras
A esconder suas verdadeiras facetas
Sua verdadeira essência sombria

Existências irreais, além de janelas e mentes insanas
Ou talvez, tão concretas que se tornam parte deste sistema
Sem regras, apenas até o limite das mentes vãs que o habitam.

2 comentários:

Thiara disse...

Preciso nem dizer q cada vez q entro aqui encontro alguma coisa p ficar pensando..
[e quero ver o caderno.. uahiauhauiha]
fã viuu!??! =*****

Juliete Alves disse...

"... seja bem vindo ao deserto do real!Onde nada é o que parece ser e nada se aparenta com aquilo que realmente é."