16 maio, 2010

Além-mar


Deixa-me partir
Pois não pertenço a este lugar
Sei que existe para mim
Algo melhor além-mar
Levo apenas a saudade
E parto com a vontade
De quem sabe um dia voltar

(Gabriel B. Rodrigues)

32 comentários:

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

As vezes é melhor se permitir seguir em frente do que ter medo de começar... (pressiso "me" dizer isso mais vezes...)
lindo!
Continue assim..

Samanta Siqueira disse...

Poema lindo!
Realmente as vezes precisamos partir, mas lembranças e sentimentos são coisas que ninguém nos tira e levamos conosco para sempre!
beijos :)

Sancho Pança disse...

Na verdade, é uma revista online.
o endereço será www.revistacalcada.com.br
por enquanto, nada está no ar.
entramos na quarta.
Se o senhor quiser mandar poemas, sinta-se à vontade.
=D

Adriano disse...

não entendo muito esses poemas..rs

Talles azigon disse...

que além-mar maravilhoso Gabriel, deu-me vontade de pegar uma frágil jangada e sair a navegar por ele.

Tatiana M. disse...

É bom saber partir! Mas é tão difícil...

Macaco Pipi disse...

nessa água tem tubarão!

JPR disse...

Parece comigo isso. Parabêns!
http://papiinhas.blogspot.com/

Cristiane Melo disse...

nossa seu blog é lindo e você escreve muiiito!

Além-mar tem sido o meu retrato ultimamente!!
vou te seguir :*

Niemi Hyyrynen disse...

É importante saber ir embora e deixar para traz apenas coisas boas, das quais teremos saudades...

:) adorei o template do blog, muito lindo.

tb escrevo poesias se quiser dar uma visitada lá....

http://universo-in-verso.blogspot.com/

:)

Inez disse...

Amei seu poema.
Muitas vezes é preciso partir para encontrar a vida e depois voltar.

Raquel S. Ramos disse...

Texto lindo como sempre! Amo seu blog!

Rodrigo disse...

Gabriel, foi uma honra para mim, ver que alguém que escreve tão bem visitou e comentou o meu blog. Obrigado! Quanto ao seu poema Além - mar", lhe digo pelo pouco que conheço sobre,que esta bem construído e transmite umas mensagens subminares bem bacanas. O partir pode ser de diversas formas, mas lhe digo por experiencia própria que "O pior é a lembrança que este partir pode provocar" . Enfim, passarei por aqui para ler mais e quem sabe me inspirar para minha rotina de pensar e pensar sobre diversos assuntos cotidianos. Abração. Meu blog é o www.filosofiadeliquidificador.blogspot.com

Anônimo disse...

as vezes 'e apenas isso que precisamos... partir

Pegadas do Coração disse...

Devemos nos permitir dá o primeiro passo, mesmo que deixe saudades, lembranças que jamais voltarão, o importante é seguir em frente,e não ter medo de ser feliz!

Pegadas do Coração disse...

Parabéns!Continue escevendo,meu amigo!

♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

Lindo Gabriel!
parabéns...
BjO e boa semana!*-*
ah, aguardo sua visita!
http://www.evesimplesassim.blogspot.com/

Taynara Ambrósio disse...

Que poema mais lindo.
AMEI de verdade, as vezes temos que partir realmente :/

www.trueslove.blogspot.com/

J P F O X disse...

Sair sem destino é que cada pessoa deveria fazer pelo menos uma vez na vida. O desconhecido é perigoso e instigante.
Até mais...

Marcio disse...

ótimo poema!

boa sorte!

Camila Carvalho disse...

às vezes é bom ir em algum lugar desconhecido procurar o que vc quer.. Bom mesmo é poder voltar se tudo der errado neh?
Adorei o blog

Liz. disse...

Partir não significa somente ir embora, mas se desapegar de algo, mudar alguma coisa, renovar-se, permitir-se enchergar novos horizontes. Muito lindo o poema! Parabéns! Sucesso!

Camila Carvalho disse...

Realmente, que conhecidência, e olhe que eu mudei mil vezes essa foto antes de deixar ela mesmo =D
Obrigada pelo comentário, ainda bem que minha mudança é boa. Estou finalmente evoluindo.

Ana disse...

Quando não há o sentimento de pertencimento o melhor é partir mesmo, por mais doloroso que seja o processo.

Seu poema me lembro de uma música do Fito Paez chamado "Tres agujas".
Um trecho que ele fala "es que ja no quiero más nadar en piletas" (http://www.youtube.com/watch?v=JZwKtgWt5MI)
Quando as piscinas não bastam, que venham os mares!

Érica disse...

Parto com a vontade de um dia "quem sabe" voltar... Seu poema é sensivelmente belo. Singelo e delicado, mas também forte e envolvente.

Amei seu espaço! PArabéns poeta!

http://alma-feminina.blogspot.com/

Tatiana disse...

ôo Gabriel, vc não sabe como eu me vi neste poema.. ainda ontem eu dizia como eu me sentia assim.. Vc é de uma sensibilidade incomum
Parabéns!!

__
se quiser ir lá no meu cantinho, fique a vontade

http://coracaoonline.blogspot.com/

Little Monster disse...

"Deixe-me ir, preciso andar, vou por aí a procurar... Rir pra não chorar..."

http://gritosquenaodei.blogspot.com

Bruno Costa disse...

As vezes é preciso se entregar ao mar para respirar um pouco, mas é preciso coragem e fé no acaso.
Depois, quem voltar, já não será aquele que foi, e assim a vida se outra...
Parabéns pela linda poesia.

Nanda Oliveira disse...

rapaz. eu preciso dizer isso a mim mesma. mas é tão dificil. Partir.
É como tentar esquecer.
Porém me alegra saber que há muito mais, além do horizonte. (tentei)rs'

Parabéns! lindo!

abraços ! :DDD

Fábio disse...

Muito bom...
As vezes um poema curto como este passa muito mais do que uma poesia gigante e vazia...

No "partir" que interpretei a mim mesmo, não há "quem sabe um dia voltar"...
Vishe, sempre vejo o lado positivo das coisas... oO

Mazane disse...

Tenho tido muita vontade de partir pro além mar, mas dá um medo, mas não desisti ainda, quem sabe um dia consigo!!!!

Nathi disse...

Além mar deve ser tão bom, que voltar você não mais quererá!

beijos